Representantes | FAQ | Contacte-nos |
  • USA/Canada
  • América del Sur
  • Australia
  • Brasil
  • 中文
  • Deutschland
  • España
  • France
  • Italia
  • Magyarország
  • Middle East
  • Portugal
  • Русский
  • South Africa
  • Türkiye


Pivôs centrais vs. gota-a-gota - uma comparação de sistemas de rega

Rega com pivô central vs. rega gota-a-gota

Proporcionar-lhe uma escolha óbvia

 

Nos últimos anos, dois métodos de rega eficazes e eficientes têm surgido como tecnologias líderes — a rega gota-a-gota e a rega com pivôs centrais. Embora ambos os métodos tenham vantagens e desvantagens distintas, é também necessário ter em conta algumas verdades e mitos. Portanto, como é que escolhe entre os dois? Compara os factos.

Existem pelo menos quatro áreas importantes às quais deve dar especial atenção:

  • • retorno anual do investimento
  • • investimento inicial
 
  • • eficiência hídrica
  • • versatilidade de culturas

Após analisar cuidadosamente estas questões, chegará à conclusão de que a rega com pivô central é sem dúvida a melhor escolha para si. E, no que diz respeito a pivôs centrais, não encontrará produtos superiores aos da Valmont® Irrigation.

  • A uniformidade dos sistemas de gota-a-gota parece diminuir com o tempo.
  • A conceção dos sistemas de gota-a-gota é essencial para uma boa uniformidade de água.
  • Os sistemas de gota-a-gota tendem a ficar obstruídos com água salgada.
  • Os pivôs centrais e sistemas lineares são mais económicos de instalar em grandes parcelas de terra e o seu valor de revenda é mais elevado.
  • Os sistemas gota-a-gota são mais competitivos em termos de custo em pequenos campos ou campos com formato irregular.
  • Os pivôs centrais e sistemas lineares podem durar até 30 anos com uma boa manutenção, enquanto os sistemas gota-a-gota apenas duram entre 10 e 15 anos.
  • Os custos de manutenção contínua para os sistemas gota-a-gota são três a cinco vezes superiores aos custos para manutenção de pivôs centrais e sistemas lineares.
  • Os custos energéticos de funcionamento são semelhantes, mas os pivôs centrais e sistemas lineares normalmente exigem muito menos horas de trabalho.
  • O sistema gota-a-gota é geralmente preferido em culturas altas e permanentes, especialmente quando o campo não está organizado para utilizar equipamento com pivô central e sistema linear.
  • Os pivôs centrais e sistemas lineares são preferidos nos solos arenosos.
  • Os pivôs centrais e sistemas lineares apoiam a aplicação foliar de químicos e o arrefecimento de culturas.
  • Os pivôs centrais e sistemas lineares são preferidos em campos nos quais a rotação de culturas é frequente.
  • Os sistemas gota-a-gota são menos adaptáveis e menos resistentes a práticas de gestão inadequadas.
  • O sistema gota-a-gota é mais flexível para algumas infraestruturas já existentes.
  • Nas instalações de pesquisa, a rega gota-a-gota de superfície tem uma eficiência ligeiramente superior às aplicações de precisão com pivô central e sistema linear de baixa energia (LEPA) - 95% vs. 90% a 95%.
  • Contudo, não é conhecido nenhum estudo que compare a eficiência dos dois sistemas de rega em campo.

O seu revendedor Valley local

O revendedor Valley local está qualificado para lhe dar informações específicas sobre a utilização de rega com pivô central na sua exploração. Encontre o seu revendedor ainda hoje!